18 de agosto de 2011

Achando um, encontra-se o outro


Jesus disse:
"Não temais, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino.
Vendei o que tendes, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não se envelheçam; tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói.
Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração.
Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas as vossas candeias.
E sede vós semelhantes aos homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas, para que, quando vier, e bater, logo possam abrir-lhe.
Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá.
E, se vier na segunda vigília, e se vier na terceira vigília, e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos.
Sabei, porém, isto: que, se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria, e não deixaria minar a sua casa.
Portanto, estai vós também apercebidos; porque virá o Filho do homem à hora que não imaginais".


O famoso texto de Lucas 12.32-40 levanta a questão quanto ao problema do estilo de vida. 

Qual a nossa prioridade nesse mundo? Será que ainda existe espaço para vivermos esse tipo de vida?
A pressão sobre os cristãos é muito grande. Cada um tem que comprar isso, precisa ter aquilo, não pode viver sem tal coisa e assim vai. 

Os adolescentes e jovens são talvez os mais bombardeados pela mídia quanto ao estilo de vida que devem adotar.

Cria-se um conflito muito grande. Na igreja aprendemos que os valores desse mundo não podem ditar o que somos mas, fora da igreja são justamente as coisas desse mundo que mais têm importância para as pessoas.

Se descobrirmos qual é o nosso verdadeiro objetivo nessa vida, certamente daremos um grande passo em descobrir aquilo que tem ou não tem importância. 

Jesus ensina sobre algo maior, que transcende esse mundo. Ele fala de ‘tesouro no céu que nunca acaba’. Esse é o dilema da vida cristã: os tesouros que nunca acabam estão no céu e os tesouros que acabam estão aqui na Terra. Aqueles longe, os outros perto. Aqueles a gente precisa esperar, os que estão aqui podem ser aproveitados hoje.

Agora que ninguém se engane com essa tentação. Enquanto não se achar o tesouro aqui na Terra, não se poderá ter certeza do tesouro lá no céu. 

Cristo é o verdadeiro tesouro e quem o encontra, encontra também a vida eterna. 
Quem tem a sua vida governada apenas pelas coisas da Terra precisa de conversão, ou seja, converter-se a Cristo e entregar a Ele o coração. 

Ele disse: “Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração”.

Os tesouros no céu que jamais acabam, mas está alguém preocupado com isso hoje? Quem está disposto a nortear a sua vida pelas regras e mandamentos de Cristo? 

A vida cristã é dinâmica. Quem encontra Cristo, o grande tesouro, encontra também a diretriz para a vida. A partir desse encontro tudo muda e o alvo da vida cristã passa a ser não mais a nossa vontade, mas a vontade de Cristo. 
Ao fazer isso, começamos a ajuntar tesouros no céu, pois Ele nos guiará nessa direção.

Que Deus nos ajude a sermos mais sinceros em meio a tanta mentalidade materialista dos dias de hoje e que os valores eternos sejam mais fortes do que as tentações transitórias desse mundo.

Conclusão: Quem encontra o Senhor Jesus, encontra a vida eterna.

 Que Deus te abençoe em Cristo Jesus.

1 comentários :

A paz do Senhor amada...muito abençoado seu blog, parabéns Deus abençoe sua vida!
Já estou te seguindo, bjokas.
http://miriam-azevedo.blogspot.com/

"Amada, o nosso bom testemunho de vida cristã começa dentro do nosso lar".
QUAL O PAPEL DO MARIDO E DA MULHER DENTRO DO LAR?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...