15 de agosto de 2011

Murmuração



Murmuração

Filipenses 2.14 diz: Fazei todas as coisas sem murmurações e contendas".

A murmuração é uma tragédia que faz parte da historia humana, e afeta mais as vidas das pessoas do que muitos outros vícios chamados de pecaminosos. Tolera-se mais o murmuradores do que alguém fumando ao lado, se aceita mais o murmurador do que alguém embriagado. Isto se dá porque se pensa que a murmuração é inofensiva. Grande engano.

A tendência a murmurar indica uma vida espiritual deficitária, principalmente no que diz respeito à fé, e um estado mental que cedo ou tarde irá expressar-se de alguma maneira doentia. 

A pessoa que murmura não se nega a realizar suas tarefas, cumprir seus deveres. Ela faz todas estas coisas e possivelmente até trabalha mais do que algumas outras pessoas. O problema é que ela faz murmurando. Por isso, segundo o Apóstolo Paulo, deve-se fazer as coisas sem murmurar. 

Em 1Co 10.10 ele ainda orienta: E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor. Neste capítulo de Coríntios é nos mostrado o exemplo do povo de Israel, pois ao saírem do Egito acabaram murmurando o tempo todo contra Deus. Assim como Deus não poupou o Israel, certamente Ele não nos poupará também se vivermos uma vida de murmurações.

O objetivo de uma vida sem murmurar é nobre. O próprio Paulo nos diz: Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis...

Se usarmos estas palavras ao contrário se pode dizer então que os murmuradores são repreensíveis, insinceros e são culpados diante de Deus.

A pergunta que devemos fazer agora é esta: Como levar uma vida sem murmurar? 

Quero usar rapidamente os conceitos de Paulo nos capítulos dois e três de Colossenses (que sugiro todos lerem). 

Ali Paulo diz que devemos morrer e ressuscitar com Cristo. Isto significa uma mudança de posicionamento. Por ter passado por este processo, eu não preciso ser o que eu era antes. 

Em segundo lugar ele diz: buscai as coisas que são de cima, e em terceiro diz: Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra. Ou seja, temos que passar por uma transformação da mente (Rom. 12.1-2), porque agora temos acesso aos portais eternos, temos acesso a Deus por meio de Cristo que nos resgatou da nossa inútil maneira de viver. 

Finalmente ele diz: despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos

Ato contínuo: Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade.

Viu como podemos ter uma vida de qualidade infinitamente melhor do que a que temos hoje? 

Quem vive murmurando é uma des-graça, ou seja, não tem graça. Quem compreende a verdade de Deus tem outro objetivo na vida e isto é expresso por Paulo de maneira tão bonita: 

Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.
Da próxima vez que você sentir que vai murmurar, pare e considere realizar aquele ato com amor, pois o amor vence todas as barreiras.

E não se esqueça:

"E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens,

Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis.

Mas quem fizer agravo receberá o agravo que fizer; pois não há acepção de pessoas". (Colossenses 3: 23-25)


Que Deus vos abençoe.

0 comentários :

"Amada, o nosso bom testemunho de vida cristã começa dentro do nosso lar".
QUAL O PAPEL DO MARIDO E DA MULHER DENTRO DO LAR?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...