5 de abril de 2012

O que esperamos do futuro?


À medida que vamos amadurecendo e nos preparando para um futuro, novas fases da vida vão se despontando.  Muita expectativa, esperanças que geram sonhos, e dos sonhos a vaidade.  Tudo pela ambição de embolsar mais do que temos para vivermos uma vida superabundante em regalia esplêndida. 
              Às vezes nos inquietamos excessivamente com essas aspirações ilusórias e temporárias, e acabamos nos esquecendo da maior preciosidade que há em nós, o nosso espírito, que viverá eternamente, e a maioria não se preocupa com o bem estar desse espírito para o futuro. 
É oportuno lembrar que ao deixarmos esta vida, é o início de uma nova existência, não mais no corpo físico, porém em outras dimensões, e só há dois lugares para a hospedagem do nosso espírito até a vinda de Cristo para o arrebatamento da sua igreja,  a saber: O Paraíso do Senhor Deus, ou o inferno com satanás e a sua potestade malignidade.
A palavra do Senhor na Carta de Tiago 4.14 diz: "Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco e depois se desvanece". 
E a primeira carta Universal do Apóstolo Pedro 1:24,  diz: "Porque toda carne é como erva, e toda a glória do homem, como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor.
E ainda que nos fartassem da abundância dos bens materiais, isso é algo inconsistente e instável, porque o resultado dessas aquisições são coisas inúteis e vãs.  No Evangelho de Mateus 16.26, disse Jesus: "Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?"
O homem busca desesperadamente o prazer nas coisas materiais, mas essa felicidade plena é utopia, não vamos encontrá-la em lugar nenhum enquanto estivermos aqui na terra, porque o próprio Senhor Jesus, no Evangelho de João 16.33 alertou: Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. E no mesmo livro de João 18.36, confirmou dizendo: O meu Reino não é deste mundo”. O Senhor oferece algo superior a todos os bens materiais, Ele nos dá a sua paz aqui na terra, e nos dias vindouros, a oferta da vida eterna.  
Quantos neste mundo dariam tudo o que possuem em detrimento ao vazio que sofrem na alma, em troca de um pouco de paz espiritual, mas não as podem adquirir, porque a Graça de Cristo não está disponível nas gôndolas dos mercados e não se pode comprá-la com dinheiro
Mas Jesus, na sua infinita misericórdia, tem se compadecido dos que o buscam. No Evangelho de Mateus 11.28 a 30, Ele nos conforta e chama sobre si, todas as nossas aflições dizendo: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve”.
 A PROMESSA DA GRANDEZA DOS BENS FUTURO
O homem estava morto na maldição do pecado, o Senhor Jesus Cristo se ofereceu em sacrifício vivo, para nos proporcionar algo melhor do que toda riqueza desta terra e de durabilidade infinita. A palavra do Senhor na Carta de I Pedro 1.18, diz: "Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado".
Irmãos, o que o Senhor Jesus tem reservado para aqueles que receberam o seu Evangelho, e o esperam como seu único e suficiente Salvador é algo indescritível, essa grandeza vai além da imaginação,  e sabedoria humana. Vejamos:
I Coríntios 2:9, 10:  "As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam". 
O Apóstolo Paulo,  foi arrebatado ao terceiro céu, e foi-lhe revelada a cidade futura, a Nova Jerusalém, onde os salvos vão repousar eternamente, vejam as conseqüências dessa revelação:
II Coríntios 12.4, 7 a 9: Foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras inefáveis, de que ao homem não é lícito falar.
"E, para que me não exaltasse pelas excelências das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de não me exaltar.  Acerca do qual três vezes orei ao Senhor, para que se desviasse de mim.
E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo"
Não há beleza e nem glamour na face desta terra que se possa comparar, ou melhor, ao menos se aproximar da excelência do Reino de Deus. Você já imaginou o que significa morar eternamente numa cidade toda edificada em ouro, num lugar onde não haverá mais morte, nem pranto, nem tristeza e nem dor, porque as coisas terrenas já não existem mais, e Deus enxugará dos seus olhos toda lágrima.
A certeza disso está na experiência do Apóstolo Paulo, um servo escolhido, revestido do Espírito Santo de Deus, e, para que não se gloriasse, foi lhe dado um espinho na carne, e tendo orado a Deus por três vezes, o Senhor lhe respondeu: A minha graça te basta.  
Paulo viveu uma experiência extraordinária na ascensão ao Reino de Deus, algo imensurável, longe da faculdade da imaginação do homem. Esse tesouro está reservado para todos que esperam pela vinda de Cristo.
Jesus, quando nasceu neste mundo, sendo Ele rico, se fez pobre, aniquilou-se, tomando a forma de homem, não temeu e nem recuou diante do martírio que enfrentou. Sendo inocente, morreu pelos pecadores. E, nós, pequeninas criaturas, vamos ficar choramingando por essa mesquinharia, insignificância que os nossos olhos cobiçam, algo inexpressivo diante da formidável glória que podemos alcançar, pelo sacrifício do Filho de Deus?  
"O mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre".  (I João 2.17). 
AGRADEÇA, VOCÊ É ESPECIAL PARA DEUS
Precisamos nos humilhar diante de Deus, agradecer pela grandeza das obras que “Ele” tem realizado em nossa vida, enquanto muitas vezes, nem as percebemos. Temos que agradecer mais e pedir menos.  


Às vezes sentimos o desejo em adquirir trajes de grifes famosas, viver no modismo, e esquecemos que nu viemos ao mundo e, nu voltaremos. Sonhamos ter uma moto, um carro novo, melhor do que aquilo que temos, e esquecemos de agradecer a Deus pelo que temos, pela saúde, pelas pernas fortes que fomos privilegiados. Gostaríamos de trocar a nossa casa por um castelo, enquanto muitos moram embaixo das pontes ou dormem no relento expostos a toda intempérie da natureza.
Enquanto que pela graça, o nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que, pela sua pobreza, enriquecêsseis (II Coríntios 8.9).
Muitas vezes rejeitamos estender as mãos para esses menos favorecidos, mas Jesus tinha um carinho especial pelos pobres. “Ele” pregou e praticou o amor ao próximo, exemplificado em todos os livros do Novo Testamento. Porque amar ao próximo não é só esboçar um sorriso, um tapinha nas costas, ou pequenos gestos de simpatia. Amar ao próximo, é reconhecer que ele sente como nós, as mesmas emoções, necessidades básicas e orgânicas, e devemos compartilhar nessas obrigações.
Isso sim é agradável aos olhos de Deus, porque assim como esses, você também é muito especial para aquele que o criou. Tanto que "Ele" o amou de tal maneira, que deu o seu Filho único a morrer numa cruz, o qual, nos dias da sua carne, oferecendo-se com grande clamor e lágrima, rendeu-se em holocausto para apagar todos os seus pecados. 
A palavra de Deus na Carta de Paulo aos Filipenses 2. 5 a 8 diz: "Que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus.  Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte e morte de cruz".
E com esse sacrifício,  deu-lhe  a maior oportunidade da sua vida para que um dia possa ter você junto dEle eternamente.  Você já havia imaginado o quanto você é especial e indispensável para o Senhor?  Você já O agradeceu  hoje por mais essa bênção e pelo seu imensurável amor?
Desejamos que o Espírito Santo de Deus faça brotar muita paz no seu coração, e que a Graça do Senhor Jesus e o infinito amor de Deus que excede a todo entendimento possa trazer uma relação harmoniosa de paz  sobre todos da sua casa.
E que eu e você possamos viver esta palavras em nossas vidas:


"Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.
Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus". (Colossenses 3:1-3)



Que Deus abençoe à você, e a toda a sua casa.

0 comentários :

"Amada, o nosso bom testemunho de vida cristã começa dentro do nosso lar".
QUAL O PAPEL DO MARIDO E DA MULHER DENTRO DO LAR?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...